quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Síntese de execução orçamental - janeiro de 2013

De acordo com o boletim de execução orçamental da DGO o saldo rpovisório das administrações públicas relevante para o cumprimento do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro terá ascendido a -8.328,8 milhões de euros - 700 milhões de euros abaixo do limite estabelecido de 9.028 milhões de euros.

Para este resultado contribuiu a evolução da despesa da Administração Central e da Segurança Social a qual decresceu cerca de 2,1% para que contribuiu nomeadamente o comportamento da despesa com pessoal (-17,9%), as transferências de capital (-27,7%) e as outras transferências correntes (-27,7%), tendo a despesa primária registado uma redução de 3,6% (-5,9%, excluindo o efeito do programa de regularização das dívidas do setor da saúde).

Enquanto que, por outro lado, a receita efetiva reduziu-se em 3,2%, que reflete a evolução negativa da receita fiscal (-6,1%) e das contribuições sociais (-7,1%).



2 comentários:

Zé dOlhão disse...

em 2103 ainda vamos ter orçamento?

bolas isto é economia política ou futurologia política

ao menos 2022

agora 2103

João Pedro Santos disse...

Lapso corrigido. Obrigado pela chamada de atenção.